Tito Olívio

 

 

 
 
TITO OLÍVIO HENRIQUES

Quando acertámos a entrevista com o TITO OLÍVIO HENRIQUES (literariamente conhecido por TITO OLÍVIO), no Café Pastelaria “Hélice”, em Faro, pensámos logo fazer do percurso uma excursão que intimamente lhe chamámos de “saudade”. É que conhecemos o Algarve há mais de meio século e já há anos que não vamos lá. . Depois de passarmos a Ponte de Vila Franca de Xira, Infantado, Pegões (recta), Alcácer do Sal (com seu castelo imponente), Grândola (a Vila Morena), Santiago do Cacém, Vila Nova de Mil Fontes (que saudades dos robaletes ali pescados), Cruzamento de São Teotónio, e já no Algarve, Lagos (que bela terra e histórica terra), Portimão (com a sua formosa baía), Loulé (da tia Anica), São Brás de Alportel, Estoi (vocês conhecem esta terra com um palacete que tem 28 divisões, belo jardim. Antiga vivenda dos Condes de Carvalhal ? É pena o seu estado de conservação não ser dos melhores ...) e finalmente a capital da Província do Algarve – Faro !. Faro, que como outra qualquer cidade antiga tem várias interpretações sobre a origem de seu nome. Vamos apresentar algumas opiniões de alguns escritores e historiadores: “Dizem alguns que o seu primeiro nome foi “Pharo” (Faro), por causa dum farol que os seus fundadores aqui edificaram, para guia dos navegantes. É certo que faro, fano e fanal é de origem grega ... Outros dizem que, tendo-se com o andar dos tempos desenvolvido a navegação e o comércio nestas paragens, se edificou aqui um farol para governo dos navegantes, e que à povoação se principiou a chamar Vila de Faro (Farol). Ainda outros dizem que não querendo os mouros estar pelo nome que os cristãos impuseram à povoação (Santa Maria), lhe deram o nome de Faraon, que significa “povoação dos cavaleiros”, porque “farás” significa o “cavalo” e “fares” o “cavaleiro”. (Dr. Pinho Leal – 1874). Mas vamos a outras hipóteses: “O nome da cidade de Faro proveio, segundo o arabista David Lopes e o filólogo José Joaquim Nunes, do nome de um príncipe mouro chamado Hárune. O “h” árabe passou a “f”. Lembrei-me que o mesmo sucedeu, por exemplo: em Mafoma, cuja variante Mahoma já citado no Dicionário de Dificuldades. Hárune deu Faro, porque lém da mudança do “h” em “f”, a parte final é facilmente explicável por uma passagem de “rune” em “rom”, “rão” e “ro”: Hárune Fáron, Fárão = Faro. A ideia de prender Faro a farol ou facho chamado faro, não tem fundamento, em virtude das formas antigas Faaron, etc., que postulam o tal nome mouresco de Hárune, príncipe farence” (Prof. Dr. Vasco Botelho do Amaral – 1949). Mas gostaríamos saber mais sobre Faro, e, quando chegámos à “Hélice”, logo após as habituais apresentações e saudações, pedimos ao nosso entrevistado que nos falasse da sua terra, o que ele, gostosamente, não se fez rogado. – “Carlos, Faro foi conquistada aos mouros no século Xlll, por D. Afonso lll, sem derramamento de sangue, porque o conquistador fez um acordo com os mouros para que eles continuassem a viver aqui e em paz eles renderam-se com honra.
(Uma tradição refente ao Algarve, diz que D. Afonso lll, instrumentalizou seu filho Dinis ( mais tarde D. Dinis – esposo de Isabel de Aragão também conhecida por Rainha Santa Isabel) para pedir durante uma visita a seu avô, Afonso X, rei de Castela, de cognome histórico de “O Sábio”, que lhe concedesse a província do Algarve...o rei D. João Vl, ainda tinha os títulos de rei dos reinos de Portugal e do Brasil e do Algarve).
O monumento mais importante da Capital da Província do Algarve, será a antiga Cidade Antiga, toda muralhada, do tempo dos mouros, com três portas, a principal das quais é o Arco da Vila, mandado construir pelo Bispo D. Francisco Gomes, Comissário do Rei, no século XVll, em estilo Renascença. Numa das Praças está erigida uma estátua de D. Afonso lll, em bronze, de autoria do escultor Leopoldo de Almeida, com data de 1964. Aqui foi executado o “Remexido”, guerrilheiro miguelista, natural de São Bartolomeu (a terra natal do poeta popular João de Deus *), que levou o terror à zona de Loulé a partir da sua base na Serra do Caldeirão. A cidade é marginal à Ria Formosa, uma reserva natural, que tem grande beleza. Carlos, entre muitos cafés existente, destaco este onde nos encontramos, o café pastelaria “Hélice”, onde há uma Tertúlia de Poesia; que se reune todas as quartas-feiras, pelas 15:30 horas. - Muito bem, Tito Olívio ! Agora, vamos começar com a entrevista – está ?... Diga-nos, qual é a sua profissão ... ?: -“Sou engenheiro civil, também licenciado em Sociologia”. – na sua concepção, Deus existe ... ?: - “Acredito que sim, mas não se encaixa em nenhuma das religiões que conheço”. – Como é que o Tito se auto-define ... ?: - “Um homem comum que, desde cedo, lutou para se manter à tona de água”. – A sua melhor qualidade e o seu maior defeito ... ?: -“Qualidade ... Amar a Justiça. Defeito ... tenho muitos, muitos, que, não sei qual o maior”. – Qual a característica que mais aprecia em si ...? : -“Gostar de ajudar os outros, desde que tenham qualidades”. – E nos outros ... ?: -“A lealdade”. - Qual foi o seu maior desafio que aceitou até hoje ... ?: -“Sair do meio pobre em que nasci e em que fui criado” . – De que mais se orgulha ... ?: -“De ter cumprido, na medida do possível, a minha missão de homem, de marido e de pai”. - Uma imagem do passado que não quer esquecer no futuro ... ?: -“Nenhuma. O que se passou é passado e serviu para criar bases para o futuro”. – O arrependimento mata ... ?: -“Não, mas mói”. - Qual o cúmulo da beleza ... ?: -“A Catedral de Milão. (Com muitas pedras de mármore verde com laivos brancos, importadas das minas de Venda do Pinheiro (Sintra – Portugal)”. E da fealdade ... ?: -“A arte moderna, em todas as suas modalidades”. – Que vício gostaria de não ter ... ?: - “O de fumar (mas vejo que o Carlos também fuma ...)”. – Qual a personagem que mais admira ... ?: - “Camões”. – Para o Tito, o dia começa bem se ... ?: -“Acordo, porque, então, estou vivo”. – Que influência tem em si a queda da folha e a chegada do frio ... ?: - “A mesma que as outras épocas do ano”. – Que género de filme daria sua vida ... ?: -“Biografia de um pequeno vencedor”. – Diga-nos: As piadas às louras são injustas ... ?: -“Acho que sim. Na minha adolescência, as louras eram muito poucas e também poucas oxigenavam o cabelo. Agora, metade (? Só ?) da mulher não mostra a cor natural dos cabelos. (No Algarve, por influência árabe, a mulher tem, essencialmente, o cabelo negro. No Minho, por influência celta, a mulher tem o cabelo louro ou ruivo).” – Meu amigo Tito, e se, de repente, lhe oferecerem flores, isso é ... ?: - “Consideração e gratidão. Ou, então, é porque morri”.
Não tínhamos morrido, mas como tinha chegado a hora do almoço, a barriguinha já reclamava alimento. Dirigimo-nos para o Restaurante “Raúl”, para comer uns “Frutos do Mar”. Tito, aquele arroz de marico estava divinal ! E as frutas secas do Algarve ? ... Maravilhosas ! incluindo a alfarroba (que não é só para burros).
Depois da refeição, fomos dar um passeio de barco pela formosa Ria Formosa, para terminar a entrevista. – Tito, o que é para você o termo Esoterismo ... ?: - “Não consta do meu dicionário de interesses e, por isso, sempre lhe passei ao lado”. – Você acredita na reencarnação ... ?: -“Não”. – Acredita em fantasmas ou em “almas do outro mundo ... ?: - “Não”. – O Imaginário será um sonho da realidade ... ?: - “Acho que sim”. – Acredita em histórias fantásticas ... ?: -“Não , mas gosto delas”. – Autores e livros preferidos ... ?: -“Portugueses: os do período 1850 – 1950; Estrangeiros: Dostoyevski, Gogol, Kafka, Balzac, Zola, Somarset Maugham, Morris West”. – Música e autores preferidos ... ?: -“Música clássica e ópera”. – O filme que mais gostou ... ?: -“E Tudo o Vento Levou”.
E asim, falámos de: TITO OLÍVIO HENRIQUES ( nome literário TITO OLÍVIO)
Com Home Page a ser totalmente renovada
http://www.terravista.pt/Enseada/1704
Nascido a 23 de Março de 1931, cuja obra literária se compõe de 18 livros editados (poesia, conto e ensaio).


Formato de Carlos Leite Ribeiro – Marinha Grande – Portugal

 

 

Envie esta Página aos Amigos:

 

 

                                      

 

 

Por favor, assine o Livro de Visitas:

 

 

 

 

Todos os direitos reservados a Carlos Leite Ribeiro
Página criado por Iara Melo
http://www.iaramelo.com