Regina Lyra

 

 

 

 
 
Quando perguntámos à nossa entrevistada onde morava, respondeu-nos: - “Moro em João Pessoa, capital do Estado da Paraíba, situada no Nordeste brasileiro. É a 3ª capital mais antiga do Brasil, e a cidade mais verde. Possui a 2ª maior floresta urbana do Brasil, perdendo apenas para a da Tijuca, no Rio de Janeiro. Tem museu sacro, de fotografia, alguns monumentos históricos, que sobrevivem à ganância dos homens. Tem praças e jardins, às vezes precisando de algum reparo, teatro antigo, teatro moderno. Sua comida típica é o ensopadado de caranguejo, frutos do mar. Como também carne de bode, e picado de porco”.
O encontro para a entrevista foi combinado para o Bar Palha Vip, situado na Praia, uma bela praia chamada Praia do Poço, onde começámos a entrevista: - Regina Lyra, qual a sua ocupação ... ?: - “Olha Carlos, sou Professora Universitária, trabalho na Universidade Federal da Paraíba, no Curso de Administração. Atualmente sou a Coordenadora do Curso”. – De que mais se orgulha ... ?: - “Do sucesso, dos meus pais que me deram condições, da minha filha, do meu trabalho e da minha poesia. Me orgulho (no bom sentido) do que faço com amor”.
– Uma imagem do passado que não quer esquecer no futuro ... ?: -“Minha infância”. - Quando você era criança ... ?: -“Gostava de andar de bicicleta, brincar, jogar, ler”. – Como vai de amores ... ?: -“Bem”. – Seus passatempos preferidos ... ?: -“Leituras, viagens, conversar com os amigos, ir ao teatro, assistir um schow, etc. “: - O dia começa bem se ... ?: -“Tiver dormindo bem”. – Que influência tem em si a queda da folha e a chegada do frio ... ?: -“Na minha cidade não tem frio, durante os nove meses a temperatura é amena, durante três meses esquenta um pouco mais, com a chegada do verão. Mas é acompanhada por uma brisa suave”. – Para a Regina, qual o cúmulo da beleza, e, da fealdade ... ?: -“Beleza, a solidariedade; da fealdade, a maldade”. – Que vício gostaria de não ter ... ?: -“Vícios, não os tenho”. – As piadas às louras são injustas ... ?: -“Creio que sim. Não é a cor do cabelo, nem o tom da pele que fará uma pessoa menos inteligente. Mas sim, sua total falta de educação formal”. – O arrependimento mata ... ?: -“Talvez, se não conseguir esquecer. Mas é melhor se arrepender do que fez do que deixou de fazer ... ?: -“Qual a personagem que mais admira ... ?: -“Os personagens de Jorge Amado, escritor baiano, me causam certa fascinação”. – Qual foi o maior desafio que aceitou até hoje ... ?: -“Desafios ? Acho que não os achei desafios. Vejo desafios como objectivos que devem ser alcançados”. – Que género de filme daria sua vida ... ?: -“ Minha vida não daria por tão pouco. Mas goto de filmes policiais, dramas e suspense”. – Qual a sua melhor qualidade, e, maior defeito ... ?: -“Qualidade, a amizade; defeito, não sei !”.
– Qual a característica que mais aprecia em si, e, nos outros ... ?: -“Em mim, o gosto que tenho pelo que faço; nos outros, a sinceridade, sem machucar”. – Como se auto-define ... ?: -“Sou uma pessoa sensível, adoro estar com minha família, meus amigos. Gosto de estar bem comigo mesma e com os outros, respeito as pessoas. Sou uma pessoa bastante amorosa”. – Para a Regina, a Cultura será uma botija de oxigénio ... ?: -“Não sei bem o que queres dizer. Mas sem Cultura e Educação uma país não cresce, nem se desenvolve. Não assume posição de destaque, pois o conhecimento é o oxigénio para o desenvolvimento”. – Para você, Deus existe ... : -“Sim, para mim ele está presente”.
Aqui fizemos uma pequena pausa para o almoço. Fomos almoçar ao Restaurante “O Gulliver”. Encomendados ensopado de caranguejo e carne de bode, acompanhado por vinho tinto do Sul do Brasil. Foi no Gulliver que fizemos a última parte desta entrevista: - Regina Lyra, o que é para você o termo Esoterismo ... ?: -“Olha Carlos, não me interesso por esse assunto”. – Acredita na reencarnação ... ?: -“Não sei”.
– Acredita em fantasmas ou em “almas do outro mundo” ... ?: -“Acredito no espírito”. – O Imaginário será um sonho da realidade ... ?: -“Talvez. Quando sonhamos criamos um mundo imaginário, talvez esperemos que ocorra, ou apenas um escape para o dia a dia”. – Acredita em histórias fantásticas ... ?: -“Depende do ramo de estória”. – Mudando de tema : - Que livro anda a ler ... ?: -“Tenho lido o livro de Álvaro de Campos, poesia. Estou fazendo uma releitura, do livro de Rilke “Cartas a um Jovem Poeta” e, “Os Cem Melhores contos Brasileiros do Século”. – Autores e livros preferidos ... ?: -“No ramo da poesia, gosto muito de Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Pablo Neruda, Jorge de Lima, Vinícius de Moraes, Augusto dos Anjos, entre outros”. – Música e autores preferidos ... ?: -“Antônio Carlos Jobim, Chico Buarque de Holanda, Caetano Veloso, Toquinho, Milton Nascimento, Zeca Balleiro, Marina Lima, Mariza Monte, Leila Pinheiro, Ana Carolina, entre outros”. – O filme comercial que mais gostou ... ?: -“Não me lembro”. – Para terminar, vamos falar de sua obra literária ... ?: -“Escrevo poesia desde a adolescência, mas decidi apenas publicá-las em 1998, depois de ter passado por alguns críticos, que me estimularam a publicar. A partir daí estou publicando um livro a cada dois anos: “O Livro das Emoções”, 1998 ;- “”Sonhos & Fantasias”, 2000. “Insensatas Palavras”, livro inédito, será publicado até final de 2002”.
E assim falámos de: REGINA LYRA
Nascida num lindo ano a 17 de Março

 NOITE FRIA
“A noite chegou clara
Bonita, estrelada.
A vida parou escura
Triste, faminta
Ele procurou o que comer
E encontrou estrelas no céu,
Procurou abrigo para o frio
Mas só viu o infinito,
Tristemente,
Com frio e fome
Não pôde ver a beleza da noite,
Nem pôde sentir seu calor,
Nem murmurar o seu nome ...”

(Poema publicado no “Livro das Emoções”, 1998”.


Formato de Carlos Leite Ribeiro – Marinha Grande – Portugal

 

 

Envie esta Página aos Amigos:

 

 

                                      

 

 

Por favor, assine o Livro de Visitas:

 

 

 

 

Todos os direitos reservados a Carlos Leite Ribeiro
Página criado por Iara Melo
http://www.iaramelo.com