Francisco Danilo Amaral
Ramalho
 
 

 

A Carlos Leite Ribeiro

 

O avião que já partira atrasado do Aeroporto Internacional da Portela (Lisboa), chegou ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza CE, quase com duas horas de atraso. Tinha combinado com a Vilma Matos que me iria esperar ao aeroporto e transportar-me até ao Hotel Praia Centro, na Avª. Monsenhor Tabosa; tive de esperar mais de uma hora até que ela aparecesse.

 

- Oi. Carlos, desculpa o meu atraso, mas demorei-me um pouco mais na faculdade.

- Tudo bem, Vilma – respondi-lhe.

 

Já no hotel, recebi uma chamada telefónica da Mónica Silveira, a avisar que não podia estar presente no outro dia de manhã, na entrevista que eu lhe ia fazer conjuntamente com o Danilo Amaral. Tinha sido escalada para um reportagem televisiva longe de Fortaleza e ia demorar uns três dias. É a vida de jornalista/repórter …

 

Nessa noite não saí do hotel e, da janela do meu quarto, admirei mais uma vez parte da belíssima cidade de Fortaleza. Procurei nos meus apontamentos e encontrei parte da história desta cidade, capital do Ceará: "O início da ocupação do território onde hoje se encontra Fortaleza data do ano de 1603, quando o português Pero Coelho de Sousa aportou na foz do Rio Ceará. Naquelas margens ergueu o Fortim de São Tiago e deu ao povoado o nome de Nova Lisboa. O português Martim Soares Moreno chegou em 1613, recuperando e ampliando o Fortim de São Tiago, e rebatizando o novo forte de Fortim de São Sebastião. Em 1637 houve a tomada holandesa do forte São Sebastião. Em 1649 uma nova expedição holandesa no Ceará construiu, às margens do Riacho Pajeú, o Forte Schoonenborch, começando nesse momento, a história de Fortaleza, sendo responsável por seu início, o comandante holandês Matias Beck. Em 1654, com a retirada dos holandeses, o forte foi rebatizado de Forte de Nossa Senhora de Assunção. Em 1726 o povoado do forte foi elevado à condição de vila. “Em 1799 a Capitania do Ceará foi desmembrada da Capitania de Pernambuco e Fortaleza escolhida capital”.

 

Logo pela manhã e depois de um suculento pequeno almoço, apareceu no hotel o Danilo. Depois das habituais apresentações, fomo no seu carro dar uma volta pela cidade, até chegarmos à Praia do Futuro ("Esta praia é a preferida de fortalezenses e turistas para banhos e mergulhos. A Praia do Futuro, um pouco mais afastada da área urbana, tem águas mais limpas; os fortes ventos provocam ondas mais altas e fortes (boas para surf e windsurf, mas requer atenção redobrada de banhistas, especialmente crianças). Além das praias, outra atração da Praia do Futuro são as barracas de praia".

 

Nessa praia, numa esplanada preparamos para começar a entrevista, sem antes perguntar-lhe: “Danilo, nestes arbustos não se encontram cobras ?...”. O entrevistado deu uma enorme gargalhada ao responder-me: “Está tranqüilo. Por vezes aparecem cobras mas só picam os portugueses!”. Pensei em voz baixa: “Olha este amigo da onça!”.

 

CEN: - Danilo, fale-nos da sua ocupação profissional?:

Danilo: - JORNALISTA (REPÓRTER DE TELEVISÃO E APRESENTADOR) ALÉM DE ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO E MARKETING POLÍTICO E CANTOR DE MÚSICAS ROMÂNTICAS.

 

CEN: - Como se auto-define?:

Danilo: - ALGUÉM EM BUSCA DO MELHOR DO SER HUMANO.

 

CEN: - Como vai de amores?:

Danilo:- "É MELHOR TER AMADO E PERDIDO, DO QUE NUNCA TER AMADO" (CHARLIE BROWN).

 

CEN: - E quando você era criança?:

Danilo: - ERA O GAROTO MAIS TÍMIDO DO MUNDO.

 

CEN: - De que mais se orgulha?:

Danilo - DE ESTAR EDUCANDO UM FILHO.

 

CEN: - A personagem que mais admira?:

Danilo: - SÃO FRANCISCO DE ASSIS.

 

CEN: - Sua melhor qualidade, e, seu maior defeito?:

Danilo: - EM AMBOS OS CASOS AUTOCONFIANÇA.

 

CEN: - Seus passatempos preferidos?:

Danilo: - LER, CANTAR, OUVIR MÚSICA E CONVERSAR.

 

CEN: - O maior desafio que aceitou até hoje?:

Danilo: - MUDAR A MIM MESMO.

 

CEN: - O arrependimento mata?:

Danilo: - NÃO MATA, MAS ALEIJA.

 

CEN: - Que vício gostaria de não ter?:

Danilo: ROER AS UNHAS.

 

Nesse momento, passou junto a nós duas lindas e esculturais louras. Aproveitei o momento para perguntar ao entrevistado:

 

CEN: - As piadas às louras são injustas?:

Danilo: - CLARO QUE SÃO! RSSSS

 

CEN: - Para você, o dia começa bem se…?:

Danilo: - SE NINGUÉM ME ACORDAR.

 

CEN: - Que influência tem em si a queda da folha e a chegada do frio?:

Danilo: - INTROSPECÇÃO E PREPARO PARA AS MUDANÇAS.

 

CEN: - Qual o cúmulo da beleza, e, da fealdade?:

Danilo: - BELEZA, O ESPELHO; FEALDADE, SEU CÃO.

 

CEN: - Que gênero de filme daria sua vida?:

Danilo: - DRAMA.

 

Entretanto, a hora de almoço tinha chegado. Fomos almoçar a um rodízio que fica quase em frente ao Hotel Praia Centro, na Avª. Monsenhor Tabosa.

Pelo caminho, fui-lhe perguntando:

 

CEN: - Como apareceu como colaborador de TV?:

Danilo: - OPORTUNIDADE CAVADA A FERRO E FOGO.

 

CEN: - E o programa “Papo Literário”, como apareceu ou foi projetado?:

Danilo: - SONHADO POR UM, MOLDADO POR OUTRA, AUTORIZADO POR VÁRIOS.

 

CEN: - Qual a filosofia desse programa e em que dias e horário vai para o ar?:

Danilo: - DEMOCRATIZAR A ARTE DA LITERATURA E DESINTELECTUALIZÁ-LA. VAI AO AR TODOS OS SÁBADOS, 7 E MEIA DA NOITE COM REPRISE AS TERÇAS-FEIRAS, 7 HORAS DA NOITE. AQUI FICA O CONVITE E PARA OPINIAR: http://www.tvceara.ce.gov.br/categoria1/papo-literario  papoliterario@tvceara.ce.gov.br

 

Já no restaurante, o Danilo pediu uma feijoada e eu uma picanha com feijão preto, arroz, vinagrete e farofinha. Ambos optamos pela bebida água do coco.

Enquanto esperávamos pela refeição e durante esta, a entrevista continuou:

 

CEN: - Que livro anda a ler?:

Danilo: - AS VEIAS ABERTAS DA AMÉRICA LATINA (EDUARDO GALEANO).

 

CEN: - Música e autores preferidos?:

Danilo: - AGNALDO TIMÓTEO, ROBERTO CARLOS, FRANK SINATRA, ELVIS PRESLEY, MATT MONRO, ALTEMAR DUTRA, QUEEN, JULIO IGLESIAS, CANTORES LÍRICOS, TIM MAIA, ELIS REGINA, MARIA BETHÂNIA, CHICO BUARQUE, BEATLES ETC E O REPERTÓRIO DE TODOS ELES.

 

CEN: - O filme comercial que mais gostou?:

Danilo: - BEN HUR.

 

CEN: - Autores e livros preferidos?:

Danilo: EUCLIDES DA CUNHA, FERNANDO SABINO, DARCY RIBEIRO, MARION ZIMMER BRADLEY, MARIO PUZO, FREDERICK FORSYTH, LEON URIS, RUBENS FONSECA, SAINT EXUPERY, ETC.

 

CEN: - Sua obra literária?:

Danilo: - “O MURO AZUL” (LIVRO DE CRÔNICAS, AINDA NÃO EDITADO)

 

CEN: - O imaginário será um sonho da realidade?:

Danilo: - GOSTEI DA FRASE. A REALIDADE É MUITO DIFÍCIL, ÀS VEZES, ENTÃO É MELHOR MESMO SONHAR.

 

CEN: - Acredita na reencarnação?:

Danilo: - NÃO, VIVER DE NOVO, NÃO!

 

CEN: - E em fantasmas ou em “almas do outro mundo”?:

Danilo: NÃO, MAS QUE ELAS EXISTEM, EXISTEM.

 

CEN: - E acredita em histórias fantásticas?:

Danilo: - SIM. HÁ MUITAS EXPLICAÇÕES ALÉM DAS QUE NÓS CONHECEMOS.

 

CEN: - O que é para o Danilo o termo Esoterismo?:

Danilo: - QUER VER ALGO QUE NÃO ESTÁ LÁ.

 

CEN: - E, para terminar, Deus existe?:

Danilo: - POR CERTO QUE SIM.

 

Assim, falamos de:

FRANCISCO DANILO AMARAL RAMALHO

Nascido a 16 de Janeiro de 1974

Mora em: EM FORTALEZA, CAPITAL DO CEARÁ. LOCAL MUITO VENTILADO COM VÁRIAS PRAÇAS E BELAS PRAIAS ALÉM DE UM POR DO SOL MUI BELO”

 

 

Formato de Carlos Leite Ribeiro – Marinha Grande – Portugal

 

Formatação: Iara Melo

 

 

Envie esta Página aos Amigos:

 

 

                                      

 

 

Por favor, assine o Livro de Visitas:

 

 

 

 

Todos os direitos reservados a Carlos Leite Ribeiro
Página criado por Iara Melo
http://www.iaramelo.com