Cármen Neves

 

“Carlos, escolhi Cármen Neves como o nome de pessoa que escreveu o livro : “PENSANDO EM TI” – foi com estas palavras que a querida amiga CÁRMEN MARIA NEVES GOULART PILON, nos respondeu quando lhes perguntámos o porquê de seu pseudónimo. Quando combinámos telefonicamente a entrevista, a nossa entrevistada nos disse que morava em Criciúma, Estado de Santa Catarina : -“Olha Carlos, Criciúma é a capital do carvão. Foi colonizada por italianos. No inverno temos temperaturas bem baixas e perto daqui a neve de vez em quando vem nos visitar. Mas nasci em Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul”.

Quando começámos a entrevista no café onde combinámos o encontro, começámos por perguntar: - “Cármen, dê-nos uma imagem do passado que não quer esquecer no futuro ... ?: -“Carlos, foi no dia do lançamento do meu livro em 04 de Novembro de 2000, em Porto Alegre RS, na 46ª Feira do Livro. Na ocasião estavam presentes meu pai, meus filhos, meu marido e familiares. Foi um momento mágico, feliz e muito triste pela lembrança de minha mãe e meu avô que estavam do alto observando minha estréia no mundo da literatura”. – Qual foi o maior desafio qu aceitou até hoje ... ?: - “Editar meu livro. Porque ele fala sobre desejo (de uma forma muito sensual) e nem todas as pessoas estão preparadas para aceitarem esse tipo de leitura e no meu caso, meu marido não gostou da idéia”. – Como vai você de amores ... ?: -“Sou casada há 14 anos”. – De que mais se orgulha ... ?: -“Sou feliz por Deus ter me presenteado com meus três filhos: Jéssica, Mário e Júlia”. – Quando a Cármen era criança ... ?: -“uma infância cheia de brincadeiras saudáveis, porém com muita dificuldade financeira. Tenho lembranças boas das férias que passava em companhia de meus primos, tios, avós, irmãs, no interior de Santa Maria no Estado do Rio Grande do Sul, uma fazenda de arroz, tinha um rio de águas límpidas e encantadoras”. – Qual a sua melhor qualidade, e, maior defeito ... ?: -“Qualidade, sinceridade; maior defeito, acreditar nas pessoas”. – Qual a característica que mais aprecia em si, e, nos outros ... ?: -“Em mim, a amizade; nos outros, também a amizade”. – Como se auto-define ... ?: -“Sou uma pessoa comunicativa, luto por meus objectivos, sou romântica, boa mãe, esposa e filha”. – Que género de filme daria sua vida ... ?: -“De luta pela realização pessoal”.

– Qual a personagem que mais admira ...?: -“Para ser sincera, prefiro admirar as pessoas amigas que fazem parte do meu ciclo de amizades. Todavia, tenho admiração por Irmã Dulce”. – Para você, o dia começa bem se ... ?: -“Sempre, pois vejo minha família e olho pela porta e vejo a natureza !”. – Qua influência tem em si a queda da folha e a chegada do frio ... ?: -“Fico mais romântica”. – E para você qual o cúmulo da beleza, e, da fealdade ... ?: -“Beleza, a natureza, principalmente o céu e o mar; fealdade, a maldade existente no coração das pessoas”. – Que vício gostaria de não ter ... ?: -“Não tenho vícios”. – Quais seus passatempos preferidos ... : -“Pintar, escrever, ler, observar a maravilhosa natureza que Deus nos deu”. – As piadas às louras são injustas ... ?: -“Ninguém é perfeito e a maioria das pessoas só observam o lado negativo das outras”. – Para você o arrependimento mata ... ?: -“O que mata é não tentar”. – E se, de repente, lhe oferecerem flores, isso é ... ?: -“Surpresa”. – A Cultura será uma botija de oxigénio ... ?: -“É o ar mais puro quando temos a consciência dele”. A última pergunta antes do almoço: Para a Cármen, Deus existe ... ?: -“Sim, existe e é meu melhor amigo”.

Fomos almoçar a caminho de Forquilhinha, a um restaurante perto da Unidade Mineira Carbonífera de Criciúma. Pedimos Camarão com arroz, acompanhado por suco de laranja para a dama e vinho branco de Videira (SC) para o entrevistador. Durante a refeição fomos continuando a entrevista: - O que é para você o termo Esoterismo ... ?: -“Algo que gostaria de saber mais a respeito”. – Acredita na reencarnação ... ?: -“Sim”. – Acredita em fantasmas ou em “almas do outro mundo” ... ?: -“De uma certa forma sim. Às vezes parece que alguém está me observando”. – O Imaginário será um sonho da realidade ... ?: -“Para mim, tudo poderá ser real, se assim lutarmos para que seja”. – Acredita em histórias fantásticas ... ?: -“Acredito. Temos que sonhar, voar em pensamento, sermos crianças às vezes (com aquela inocência que toda criança possui”. – Que livro anda a ler ... ?: -“”Agnes”, de Margarida Reimão, e, “Conversando com Deus”, de Joseph Murph”. – Autores e livros preferidos ... ?: -“Sem demagogia prefiro ler Margarida Reimão, ela escreve com o coração”.
– Música e autores preferidos ... ?: -“Gosto de todas as músicas do Peninha, e algumas de Guilherme Arantes, mas também gosto das músicas românticas e das clássicas”. – Qual o filme comercial que mais gostou ... ?: -“Foram vários : “Coração Valente”, “Sociedade dos Poetas Mortos” e “Uma Linda Mulher”. – Para terminar, vamos falar de sua obra literária ... ?: -“Tenho muita coisa avulso, mas editado tenho “Pensando em Ti”, um livro de poemas sobre o desejo entre homem / mulher”.
E assim falámos de: CÁRMEN MARIA NEVES GOULART PILLON – (Cármen Neves)
Nascida a 05 de Abril de 1966 (diz que adora esta data !). Trabalha no setor pessoal de uma carbonífera.
(Extraído do seu livro “Pensando em Ti”) :


“Os momentos bons, são para serem lembrados sempre !
Então, respira fundo e lembra-te da manhã, tarde ou noite que está guardada ao lado das palavras tesão, desejo, excitação.
Lembra-te de como ela estava vestida ou despida.
Se havia música ou se, simplesmente, não ouviram.
Se chovia ou se o céu estava limpo.
Se ela dominava-te ou era dominada.
Se seus gemidos eram altos ou baixos.
Se ela contentou-se apenas com uma vez ou mais.
Se seus corpos doíam com tanta força física ou se deliciavam com as carícias suaves e ousadas.
Se foi na cama, no banheiro, no chão ou se ela estava encostada na parede, com a saia levantada e tu mordias seu pescoço.
Não importa o cenário, nem de que jeito foi.
O que importa é que até hoje, cada vez que essa lembrança surge em tua mente, teu corpo sente percorrer uma energia de puro êxtase”.


“Não, não me deixes agora.
Continues ao meu lado, colado em mim.
Beijando meu pescoço e acariciando meus cabelos.
Enroscando-te em minhas pernas.
Nem precisas de dizer nada.
Basta permanecer me tocando, pois a magia do antes, ainda habita em meu ser.
Meu corpo ainda exala desejo.
Desejo que será saciado,
Quando novamente entrares em mim”

 

Formato de Carlos Leite Ribeiro – Marinha Grande - Portugal
 
 

 

Envie esta Página aos Amigos:

 

 

                                      

 

 

Por favor, assine o Livro de Visitas:

 

 

 

 

Todos os direitos reservados a Carlos Leite Ribeiro
Página criado por Iara Melo
http://www.iaramelo.com